O que é perda auditiva e como é possível evitá-la?

Todos nós conhecemos alguém que sofre com perda auditiva. Seja alguém da família ou até mesmo o colega na escola ou no trabalho, sempre nos deparamos com pessoas que sofrem com esse problema, mas nunca realmente nos questionamos o que é perder a audição e como todos nós estamos sujeitos a isso.

Basicamente a perda auditiva refere-se à diminuição na capacidade de ouvir os vários sons do ambiente, com precisão. Na maioria dos casos, a perda não é abrupta e ocorre aos poucos, iniciando com dificuldades para escutar sons baixos, por exemplo.

Tipos de perda auditiva

Os especialistas afirmam que, além da surdez congênita (que se apresenta desde o nascimento ou gestação) há três tipos de perda auditiva: neurossensorial, surdez por condução e surdez central.

A primeira ocorre quando há uma lesão nas células nervosas e sensoriais que levam o estímulo do som da cóclea até o cérebro. Normalmente é o tipo de perda auditiva ocasionada por doenças que atingem a cóclea e o nervo auditivo e raramente tem tratamento.

Já a surdez por condução acontece quando algo bloqueia a passagem do som da orelha externa para a interna. Dentre os casos comuns estão rompimento de tímpano, excesso de cera no canal do ouvido ou introdução de algum material no local.

A surdez central é aquela que ocorre devido ao desgaste natural do sistema auditivo quando envelhecemos. Também é conhecida como presbiacusia.

Como evitar a perda auditiva

Muitas pessoas acreditam que a surdez é resultado apenas do envelhecimento, porém várias atitudes do dia a dia fazem a diferença na prevenção do problema. Confira algumas delas:

  • Use plugs de ouvido: vivemos em um mundo bastante barulhento. E não são apenas os barulhos externos como do trânsito que podem prejudicar sua audição. Secadores de cabelo e cortadores de grama também. Por isso sempre tenha plugs de ouvido disponíveis.
  • Cuidado com os fones de ouvido e a música alta: Fique atento se você ouve música com fones que bloqueiam as conversas ou se as pessoas ao seu redor conseguem escutar o que você está ouvindo. Isso é sinal de que os decibéis estão além do indicado.
  • Não insira objetos no canal auditivo: Isso inclui também os cotonetes. Ao usar esse tipo de objeto, você pode acabar forçando a cera para dentro e entupindo ainda mais o canal. Ou, ainda pior, pode acabar perfurando o tímpano.
  • Se atente às vacinas: Um dos efeitos colaterais da caxumba e do sarampo pode ser a surdez. Portanto fique atento ao calendário de vacinação dos seus filhos. As mulheres que estão planejando engravidar devem entrar em contato com o médico para saber a melhor forma de imunização contra a rubéola.

Agora que você conseguiu entender melhor o que é a perda auditiva e como é possível evita-la, que tal compartilhar esse post com seus amigos? Se quiser saber mais sobre a perda de audição e os aparelhos disponíveis, entre em contato com a nossa equipe.

         Veja também

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

Sempre vemos nos noticiários reportagens falando sobre os perigos da automedicação, já que os medicamentos estão entre as principais causas de intoxicação no Brasil e podem ter efeitos colaterais graves, dentre eles a perda auditiva temporária ou até mesmo permanente....

×

Olá! Como posso te ajudar?

A mensagem será iniciada pelo WhatsApp
ou envie um email para: contato@sonidoaudicao.com.br

× Agende seu teste