Implante coclear pode ajudar a restaurar a audição

Quem sofre com perda auditiva de grau severo ou profundo e não apresenta benefícios com o uso de aparelhos auditivos, ou seja, consegue ouvir apenas alguns ruídos e não os sons da fala, o implante coclear pode ser uma opção.

Os aparelhos auditivos convencionais captam o som, o amplificam e os enviam através do canal auditivo. Já o implante coclear envia o sinal diretamente ao nervo auditivo. Isto significa que, ao contrário de aparelhos auditivos convencionais, os implantes cocleares ignoram as áreas alteradas da orelha. Eles captam o som, processam e estimulam eletricamente o nervo auditivo.

Um implante coclear é composto por um processador sonoro externo e um implante coclear interno. A parte externa conta com um processador sonoro atrás da orelha e um fio que conecta o processador na antena. A antena está conectada magneticamente à pele diretamente sobre a parte interna. A parte interna é um receptor que é cirurgicamente colocado debaixo da pele no osso temporal. O receptor tem um feixe de eletrodos que é colocado na cóclea.

Por ser um dispositivo de complexidade alta, normalmente a cirurgia e a recuperação dos pacientes ocorrem em hospitais credenciados pelo Ministério da Saúde.

Como é o pós-cirúrgico do implante coclear?

A cirurgia consiste em apenas uma das etapas de todo o processo de reabilitação auditiva. Cerca de 40 dias depois da operação, o paciente retorna para fazer a ativação, ou seja, apenas nesse momento o aparelho será ligado e é quando será possível escutar os primeiros sons.

O processo de reabilitação é longo, pois são necessários diversos retornos nos primeiros anos após a cirurgia, para realizar os mapeamentos, que são as “regulagens”. Não podemos deixar de falar sobre a importância da terapia fonoaudiológica neste processo, pois o desenvolvimento habilidades auditivas são fundamentais para desenvolver a fala e audição.

Quem pode fazer o implante coclear gratuito?

Pessoas com perda auditiva grau severo ou profundo, em ambos os ouvidos, e que não se beneficiam do uso de aparelhos auditivos convencionais podem se candidatar ao Implante Coclear gratuito, oferecido pelo SUS em diversos hospitais de todo o Brasil.

Como funciona o implante coclear?

O som é captado pelo microfone que o transmite ao processador de fala, que faz, por sua vez, a análise dos sinais sonoros e os codifica em impulsos elétricos para serem transmitidos até a antena.

Na antena, o sinal é conduzido por meio de radiofrequência, chegando até o receptor interno, que conta com um chip que converte os códigos em sinais eletrônicos e libera os impulsos elétricos para os eletrodos intracocleares que estimulam diretamente as fibras no nervo auditivo. O estímulo é então percebido pelo cérebro de quem usa o implante como som.

Quais exames são solicitados na avaliação do implante coclear?

Normalmente, os exames solicitados são avaliação audiológica, exames eletrofisiológicos (PEATE), tomografia computadorizada e ressonância magnética dos ossos temporais. Além disso, os pacientes também passam por avaliação psicológica.

É preciso ter cuidados especiais após o implante?

Sim, já que o implante coclear é uma prótese e pode quebrar se sofrer um traumatismo. O paciente deve evitar praticar esportes como lutas ou outras atividades que ofereçam riscos na parte do crânio.

Gostou do nosso post sobre implante coclear e como ele pode restaurar a audição? Que tal compartilhá-lo com seus contatos nas redes sociais e ajudar mais pessoas a entenderem melhor sobre o assunto?

         Veja também

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

Sempre vemos nos noticiários reportagens falando sobre os perigos da automedicação, já que os medicamentos estão entre as principais causas de intoxicação no Brasil e podem ter efeitos colaterais graves, dentre eles a perda auditiva temporária ou até mesmo permanente....

×

Olá! Como posso te ajudar?

A mensagem será iniciada pelo WhatsApp
ou envie um email para: contato@sonidoaudicao.com.br

× Agende seu teste