Como cuidar do aparelho auditivo em dias de chuva?

No dia a dia, diversas situações nos colocam em exposição à água e também à umidade. Dias chuvosos é um dos exemplos. E quem usa aparelhos auditivos deve ficar atento a esses dias molhados, afinal a água e a umidade podem danificar as funções do dispositivo e até mesmo encurtar sua vida útil.

Então, o que fazer quando você for pego desprevenido pela chuva? Retirar os aparelhos pode não ser o ideal de acordo com o ambiente. Se você estiver na rua, ouvir o barulho do trânsito é fundamental para conseguir atravessar uma rua movimentada e evitar um acidente.

Como hoje existem dispositivos auditivos que são resistentes à umidade e alguns até à prova d’água, a preocupação pode diminuir. Porém, isso não significa que eles possam ficar expostos sem nenhuma proteção, tomando chuva.

Antes de sair, verifique a resistência do seu aparelho à umidade. O código IP traz essa indicação, ele sempre traz dois números da sequência, por exemplo, “IP68” . Confira o que cada número significa:

1 – O dispositivo suporta chuva de 1 mm

2 – Chuva de 3 mm

3 – Pulverização de água

4 – Borrifamento de água

5 – Jatos de água saindo de um bocal

6 – Jatos fortes de água saindo de um bocal

6K – Jatos fortes de água com pressão

7 – Imersão até 1 metro

8 – Imersão de 1 metro ou mais

9K – Jatos fortes de água em alta temperatura

Caso o número 0 apareça na frente do IP, então é preciso ficar atento porque esse aparelho não oferece resistência à água.

Outro detalhe importante: como os testes dos aparelhos auditivos em relação à água são realizados em laboratório, é necessário lembrar que eles não condizem totalmente com a realidade. Portanto, evite ao máximo o contato com a umidade para que seu dispositivo possa ter uma vida útil mais longa.

Dica

Quando o seu aparelho molhar, coloque-o no desumidificador seguindo esse passo a passo:

  1. Retire a bateria do dispositivo auditivo e deixe o compartimento aberto;
  2. Use um pano limpo e seco para secar o aparelho auditivo e a bateria
  3. Coloque a bateria e o dispositivo no desumidificador
  4. Siga as instruções do profissional responsável pelo seu aparelho auditivo.

Além de retirar a umidade, o desumidificador remove as bactérias, a cera e também o mau cheiro do dispositivo.

Se surgir alguma dúvida referente aos cuidados com o aparelho auditivo em dias de chuva, procure seu fonoaudiólogo. Se desejar, entre em contato com a Sonido para agendar uma análise do seu dispositivo auditivo ou então para conhecer nossas opções resistentes e à prova d’água.

         Veja também

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

Sempre vemos nos noticiários reportagens falando sobre os perigos da automedicação, já que os medicamentos estão entre as principais causas de intoxicação no Brasil e podem ter efeitos colaterais graves, dentre eles a perda auditiva temporária ou até mesmo permanente....

×

Olá! Como posso te ajudar?

A mensagem será iniciada pelo WhatsApp
ou envie um email para: contato@sonidoaudicao.com.br

× Agende seu teste