Além do preço, o que levar em consideração ao comprar aparelhos auditivos?

Ao receber o diagnóstico de perda da audição e a recomendação para usar aparelhos auditivos, muitas pessoas logo se preocupam com o preço dos dispositivos.

Não que a preocupação não seja válida, mas o paciente precisa ter em mente que há vários outros requisitos que devem ser considerados no processo de compra, e eles são mais importantes do que o preço.

Atualmente, os bancos oferecem diversas linhas de crédito que tornam possível adquirir um aparelho auditivo de forma mais acessível. Portanto, que tal ficar atento também aos outros requisitos?

Para te ajudar a entender melhor o que você deve levar em consideração ao comprar esses dispositivos, selecionamos alguns itens para você ficar atento. Confira!

Ajuda de um fonoaudiólogo

Antes de mais nada, é importante saber que a compra de um aparelho auditivo deve ser sempre feita junto ao fonoaudiólogo, que é o profissional da área da saúde responsável pelo tratamento da perda da audição.

Esse profissional qualificado é quem saberá quais modelos e tecnologias são mais indicados para o seu caso. Lembre-se de que o uso de um dispositivo auditivo sem qualquer orientação pode ser tão prejudicial quanto o uso de um remédio sem orientação médica.

Qualidade comprovada

Na busca pelo aparelho ideal, opte por marcas com qualidade comprovada, como a Signia, uma das maiores fabricantes de aparelhos auditivos em todo o mundo e conhecida por sua inovação tecnológica, qualidade, garantia, reparos, serviços e suporte.

Credibilidade do estabelecimento

Tome cuidado com a venda de aparelhos auditivos pela internet. Há diversas propagandas de sites que comercializam os dispositivos com preços abaixo do mercado e de procedência duvidosa.

Procure por estabelecimentos sérios, que ofereçam o suporte do fonoaudiólogo especialista em audiologia, como é o caso da Sonido. Veja também se o centro auditivo oferece programas e protocolos de acompanhamento, bem como tecnologia assistiva que atenda as necessidades específicas na regulagem dos aparelhos.

Teste dos aparelhos auditivos

Outro item a ser levado em consideração ao comprar os aparelhos auditivos é o teste. Diversos estabelecimentos oferecem a oportunidade de realizar um teste gratuito para que o paciente possa se expor a situações cotidianas do trabalho e lazer, entendendo assim se o modelo escolhido atende às suas necessidades.

Claro que a adaptação ao aparelho não é tão rápida, mas o teste inicial já ajuda a pessoa a perceber se o dispositivo lhe auxiliará a ouvir melhor e se ele é confortável para as atividades do dia a dia.

Viu como o preço é apenas um dos tantos itens que você deve levar em consideração ao comprar seus aparelhos auditivos? Quer saber melhor como escolher o dispositivo certo para você? Então marque agora uma consulta com uma de nossas fonoaudiólogas especialistas em audiologia.

 

         Veja também

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

Sempre vemos nos noticiários reportagens falando sobre os perigos da automedicação, já que os medicamentos estão entre as principais causas de intoxicação no Brasil e podem ter efeitos colaterais graves, dentre eles a perda auditiva temporária ou até mesmo permanente....

×

Olá! Como posso te ajudar?

A mensagem será iniciada pelo WhatsApp
ou envie um email para: contato@sonidoaudicao.com.br

× Agende seu teste