A alimentação pode te ajudar a ouvir melhor

Muitas pessoas acreditam que a perda auditiva é algo inevitável conforme vamos envelhecendo, porém, um estudo recente realizado pela Universidade Harvard mostrou que quem faz boas escolhas na alimentação pode ser um excelente ouvinte por vários anos.

O estudo acompanhou a dieta e a capacidade auditiva de cerca de 80 mil mulheres durante duas décadas e constatou que dietas saudáveis podem reduzir em até 30% a possibilidade de problemas auditivos surgirem ao longo dos anos.

Como a perda auditiva adquirida é resultado do acúmulo de vários fatores, dentre eles os danos provocados por radicais livres, inflamação e degeneração, uma alimentação balanceada pode ajudar a atenuar essas agressões.

Dentre alguns estilos de dieta, a mediterrânea é um bom exemplo de cardápio balanceado que pode ajudar na saúde auditiva. Com pouco espaço para carnes vermelhas e doces, essa dieta prega o consumo abundante de azeite, oleaginosas, peixes e hortaliças. Outra opção é a Dash, que prioriza alimentos como os vegetais e as gorduras mono e poli-insaturadas, além de orientar para a redução no consumo de sal e gorduras saturadas.

Os ouvidos são beneficiados por estes tipos de dieta porque têm uma circulação mais fina e sensível que a de órgãos maiores. Quando há a formação de placas de gorduras nas artérias, elas dificultam a chegada de sangue para a região e, consequentemente, a chegada de nutrientes, hormônios e oxigênio.

Portanto, para garantir uma boa saúde auditiva, é importante que não fique de fora do seu cardápio as seguintes opções:

  • Frutas: em especial o mamão e a laranja, por conta dos carotenoides, e a banana, por causa do potássio. Não podemos nos esquecer também de boas fontes de vitamina C, presente em frutas cítricas além da laranja, como o limão e a tangerina.
  • Peixes: por serem fontes de gordura boa, como o ômega-3 que tem poder anti-inflamatório.
  • Oleaginosas: há diversas opções, é só escolher a que mais agrada o paladar. Dentre elas estão as amêndoas, castanhas do caju e do Pará, nozes, macadâmia e avelã.
  • Folhas verde-escuras: porque são ricas em ácido fólico, outro importante nutriente e um dos mais estudados por seus benefícios à saúde auditiva. Espinafre e couve são as mais conhecidas.
  • Água: ela é importante porque o sistema que recebe os sons externos é banhado por um líquido e este depende da água para se manter atuante.

Já na lista entre os alimentos que mais podem prejudicar a audição estão o sal e o açúcar em excesso, a gordura e o álcool. Este último porque além de desidratar o organismo, ele eleva a pressão interna causando danos às células sensoriais.

Agora que você já sabe quais são os melhores alimentos que podem ajudar a manter a sua saúde auditiva, que tal colocar eles no cardápio do dia a dia? Aproveite também e compartilhe este post com seus amigos para que todos possam ter acesso a essas importantes informações.

         Veja também

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

O perigo da automedicação: medicamentos podem causar perda auditiva

Sempre vemos nos noticiários reportagens falando sobre os perigos da automedicação, já que os medicamentos estão entre as principais causas de intoxicação no Brasil e podem ter efeitos colaterais graves, dentre eles a perda auditiva temporária ou até mesmo permanente....

×

Olá! Como posso te ajudar?

A mensagem será iniciada pelo WhatsApp
ou envie um email para: contato@sonidoaudicao.com.br

× Agende seu teste